sábado, 30 de outubro de 2010

CALMARIA OU NAO

As vezes o que queremos é uma boa notícia, nem sempre o que temos chega a ser considerado uma boa noticia, mas digamos que temos algumas opções a cada noticia inesperada que recebemos

- podemos chorar na cama quente achando que somos seres sem sorte
- podemos refletir e esperar cada dia de uma vez
- ou podemos lutar para mudar a situação atual
Cada situação e cada momento da vida nos faz reagir de uma forma, não vou dizer que um ou outra é a mais adequada, as vezes lutar parece bem difícil, as vezes chorar parece incompreensível, e as vezes esperar não é a melhor solução.
Não é o nível do problema, é como ele te encontra, não são as opções, é você!
Descobri que ultimamente no que aparece de complicado minha reação é de calmaria, deve ser meu momento atual que me ajuda a reagir de uma forma que eu não me agrida!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

NOVIDADES

Fiquei sem saber como contar as minhas novidades na blogosfera, até porque não sou o tipo de pessoa que sai contando detalhes da vida depois de um bom dia rsrs
Como a novidade merecia ser contada, lembrei de um casal que tem muita coisa em comum com eu e alé, e vou contar a novidade pela boca da monica geller, da forma que eu jamais contaria de verdade rsrs




video

sábado, 2 de outubro de 2010

SABOTAGEM

Andei pensando nesses dias sobre algumas coisas da vida, e andei pensando como nas sabotagens da vida, quando falo aqui em sabotagem, não falo quando alguém faz de tudo pra que nossos projetos dêem errado, mas da sabotagem que fazemos com nós mesmos.
Nos sabotamos quando achamos que somos menos do que realmente somos, quando não acreditamos ser capazes de uma coisa antes mesmo de tentar, quando achamos que alguém é melhor do que merecemos, que uma situação é melhor do que precisamos ter, nós lutamos contra as coisas boas que temos em nossa vida, ou então simplesmente quando queremos aquilo que sabemos que não é bom, que nos faz mal, e que não tem futuro pra gente.
A auto sabotagem é normal quando a estima anda baixa e acreditamos que não é o bom que chega perto, e que somos merecedores do que de triste aparece.
Acho que todo mundo já se sabotou na vida, quem nunca teve aquela relação que só fez mal mas que não conseguia largar? Quem nunca teve um emprego que tirava todas as energias, mas a zona de conforto era melhor do que largar tudo e procurar um novo emprego??? Quem nunca sentiu que o que era bom, era melhor do que merecia??? Quem nunca se achou uma pessoa menos capaz do que realmente era?
Eu olho ao redor e vejo muita gente se sabotando, jogando as fichas em pessoas que não valem a pena, em insistir em relações destrutivas, em permanecer na mesmice do que quebrar a barreira invisível que existe impedindo de ir atrás de seus futuros, em gente que acha que não é capaz, mesmo que eu saiba da capacidade que essa pessoa tem.
Esse post vai especial para uma pessoa, que eu acredito que se sabota as vezes, mas na verdade só tem medo das coisas boas que podem vir, e que por acreditar que não mereça, tem medo de ir adiante!